4 de jun de 2012

Google leva você para conhecer as maravilhas do mundo



No dia 31 de maio, o Google lançou o projeto “World Wonders”, um percurso virtual com 132 lugares emblemáticos do mundo — incluindo localidades brasileiras como o centro histórico de Diamantina e a cidade de Ouro Preto, ambos em Minas Gerais.

A plataforma digital permite que o usuário conheça lugares como as ruínas de Pompéia, na Itália, os antigos templos de Kyoto e o monumento Stonehenge, no Reino Unido: são vídeos e mais de 1 milhão de imagens (que giram em 360 graus) tomadas em 18 países.

As imagens se apoiam em textos históricos, fornecidos pela Unesco, e apresentados nos idiomas espanhol, inglês, francês, italiano, japonês e hebraico. Há ainda alguns modelos em 3D, como o Palácio de Versalhes, na França.

Dá uma olhada: google.com/culturalinstitute/worldwonders

(com informações da revista Época)

1 de jun de 2012

Crash - No Limite


"Jean Cabot é a rica e mimada esposa de um promotor, em uma cidade ao sul da Califórnia. Ela tem seu carro de luxo roubado por dois assaltantes negros. O roubo culmina num acidente que acaba por aproximar habitantes de diversas origens étnicas e classes sociais de Los Angeles: um veterano policial racista, um detetive negro e seu irmão traficante de drogas, um bem-sucedido diretor de cinema e sua esposa, e um imigrante iraniano e sua filha."

Clique aqui para saber mais detalhes sobre o filme "Crash - No Limite" e aproveite para assistir ao trailer. Esta a atração do MiUni Show do dia 2 de junho.

30 de abr de 2012

2012 está a mil - e a MiUni também!

Nosso blog está realmente um pouquinho muito parado. Mas isso não acontece com a MiUni, que começou super empolgada o ano de 2012 - aqui, dizemos que começou, porém, isso já faz um tempinho, é verdade.

Já tivemos reuniões tradicionais, CiUni Show com uma baita programação de filmes, culto de abertura do semestre, novos miuneiros, antigos miuneiros casando e, no próximo final de semana, dias 5 e 6 de maio, já é a vez de mais um super retiro. Desta vez, será em Ubatuba (SFS), bem pertinho de Joinville. Ainda dá tempo de participar! O tema será "Comunidade jovem - Igreja viva - Antes que eu te formasse no ventre, te conheci!", conduzido pelo nosso querido e já conhecido P. Renato Becker.

E agora, algumas charges já discutidas na MiUni, mas que sempre permitem boas reflexões.










7 de dez de 2011

Encerramento da MiUni

Confira um pouquinho do que foi o encerramento da MiUni, no dia 3 de dezembro, nas palavras da ex-coordenadora Irma:

"O último sábado amanheceu com um tempo feinho e desanimado, mas o almoço de encerramento da MiUni saiu conforme o programado! Nós nos encontramos às 11h30 no pátio da igreja e de lá seguimos para pegar a balsa na Vigoreli. Demos sorte! Fomos os últimos quatro carros a subir na balsa que zarpou em seguida!

Mesmo com a chuvinha que pegamos a caminho da balsa, por lá o tempo já se mostrava diferente. O vento era bom e aos poucos foi mandando embora todas as nuvens! Nós nos fartamos com frutos do mar deliciosos em um dos restaurantes da vila! E, claro, como não podia deixar de ser, voltamos de lá com histórias para contar! O Luciano e o Ricardo que o digam!!! Heheheh!

Amizades inesquecíveis foram feitas! Desde a super garçonete com atendimento exemplar que conquistou o Luciano, até os espetinhos à grega que deixaram saudades em todos! Não é mesmo Ricardo? 

Ainda fomos privilegiados com uma torta prestígio para comemorar o aníver do Fischer. Delícia mesmo!!!

Passeamos um bocado, pegamos aquele bronze de marca de camiseta e de óculos e de lembrancinha, trouxemos algumas picadas de mosquitos/borrachudos enquanto esperávamos a balsa para voltar!

O passeio foi muito legal! O lugar é lindo! Fizemos fotos e saímos de lá com aquele gostinho de “um dia eu volto!”. E quem não foi... perdeu! Sentimos a falta de vocês!

Mas agora as atividades da MiUni para 2011 se encerraram. Em 2012, quem puxa à frente é a Fernanda e, com ela, todos nós estaremos juntos, remando firmes para levar o projeto da MiUni adiante!"

Agora, algumas fotos desse dia que, como todos puderam perceber, foi realmente super bacana:

















13 de nov de 2011

Tema e lema da IECLB - 2012!

Texto escrito pelo P. Renato Luiz Becker - http://renatobecker.blogspot.com



O tema e o lema da nossa querida IECLB para 2012 será “Comunidade jovem - Igreja viva - Antes que eu te formasse no ventre, te conheci” (Jeremias 1.5a). Escrevi um pequeno texto para cooperar nesta reflexão... Convido à leitura. Ele é o começo de uma reflexão que, seguramente, vai nos envolver!

Sim, foi um bem-te-vi que me acordou. Da janela, vi o pássaro de ventre amarelo vocalizando o meu amanhecer. Tomar café na confeitaria da “vila”, por que não? Surpresa! A Aline e o Henrique também estavam lá. Fiz o meu pedido à atendente e sentei-me ao lado deles.

- Olá pessoal!
- Oi Pastor! Lemos a sua coluna no jornal – disse a Aline.
- Algum detalhe chamou a atenção de vocês?
- Aqui, olhe Pastor: A IECLB já depende e ainda vai depender muito mais dos jovens que se achegam para trilhar os caminhos de fé.
- Grande Henrique! A base da nossa Igreja é a fé em Jesus Cristo. Nele experimentamos o perdão dos pecados, a vida abundante. Crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos, todos estão convidados a terem acesso à proposta de paz, amor e perdão que vem de Deus.
- Em um dos nossos encontros da Juventude Evangélica, a Aline também já se referiu à nossa Igreja como “viva”, aberta a todos.
- Bom, Henrique, a nossa Igreja é “vibrante” porque tem a Bíblia como fonte, como norma para a vida. Alicerçados nesta verdade abrimos os nossos ouvidos para os recados que a Palavra de Deus traz.
- A Bíblia é “fonte”, é “norma” para a vida. Uaaau!
- É Aline! Quem lê a Palavra de Deus com responsabilidade, desenvolve vida espiritual sadia, cresce em amor pelos outros, encorpa o louvor a Deus. Sim, cabe-nos continuar oportunizando a fé às próximas gerações.
- Estamos nessa, Pastor! A Aline e eu também sonhamos com uma Igreja que se renova enquanto caminha.
- Sei disso! Vocês, como eu, articulam o fortalecimento da IECLB dentro dos grupos em que participam. Ah! Parabéns pelo debate que organizaram no “campus” universitário.
- Que debate! Amei a fala do palestrante: O amor vê o sofrimento dos outros. A Igreja é o lugar onde as pessoas, em meio às suas crises, encontram apoio...
- Certo, Aline! Dialogar sobre os problemas que machucam os fracos, dar timbre de voz aos que não têm – essa é a nossa tarefa!
- Gente! Preciso ir. A gente se vê e se fala.

Fui para casa motivado por bons pensamentos. Aqueles jovens dariam seguimento ao Projeto do amor de Deus, à Igreja – isso era mais do que certo.

Tal como eles, o jovem Jeremias também teve perspectivas de fazer carreira na cidade grande. Quando Deus o convocou para passar uma mensagem mais densa aos povos, Jeremias não se mostrou muito disposto a mudar o rumo da sua vida e disse: “Eu não sei falar. Sou muito jovem!”.

Deus percebe “temor de mudanças” no futuro profeta e diz: “Jeremias! Fica tranquilo. Eu já penso em ti antes do teu nascimento. Não presta atenção nos teus mil medos. Quero que te does ao mundo em prol de “mais vida”. Jeremias ouviu, refletiu e fez a boa opção. Não se fixou no que não sabia fazer, nas críticas que poderia vir a sofrer, mas ousou confiar o “momento novo” a Deus. Agindo assim, não se solidificou, mas se moveu com liberdade, fazendo história.

Já em casa, escrevi um e-mail: Olá Aline! Olá Henrique! A IECLB conta com pessoas para construir um futuro melhor para o nosso mundo. Vocês têm o perfil da “profetisa” e do “profeta” moderno. Idade e cultura não importam. Se Deus chama, o que vale é a fé, o desejo ardente por mudanças. Essas só acontecerão se movermos as nossas mãos a partir de clara reflexão. Topam o desafio? Acomodei-me na cadeira giratória e dei “enter”. Não demorou e o Henrique entrou na rede:

- Oi! O que eu faço para ser profeta?
- Opa! Um “profeta moderno” tem a tarefa de acabar com os preconceitos, destruir o ódio, construir “pontes” e plantar amor, por exemplo.
- Como faço isso?
- Se você fosse menino, convidaria o seu vizinho mais pobre para brincar. Se fosse parente da pessoa que, depois da briga por causa da herança, decidiu não trocar mais uma palavra que seja com os seus familiares, escreveria um cartão de aniversário. Se percebesse vizinhos recém-chegados, os convidaria para uma xícara de chá. Se fosse pai, doaria tempo e levaria os seus filhos a sério. É isso aí!
- Interessante! Podemos falar mais tarde?
- Beleza!

A vida seguia em frente. Lá longe, o bem-te-vi ainda cantava: Bem-te-vi!