9 de mai de 2011

Será que eu vou pro céu?

Texto do P. Renato Luiz Becker, publicado originalmente em seu blog.


Outro dia ouvi a avó do Nando: - Cuidado menino! Desse jeito você não vai pro céu! O menino retrucou de primeira: - Eu nem sei se quero ir para o céu vó!

Pois fiquei com vontade de entrar na conversa. Podemos chegar onde quisermos sem Deus. O problema é que “no final do caminho tem uma pedra”. Sim, Deus nos quer no Seu Reino, mas como chegar lá?

Como estudante, Lutero se esforçou para encontrar o caminho que conduzia ao céu. Como professor, pesquisou em busca duma resposta bíblica. Já como padre, tentou matar sua curiosidade se assessorando da Comunidade. Num primeiro momento o nosso Reformador até entendeu que deveria fazer obras para alcançar o céu. Já num segundo, lhe ficou claro que “só teria acesso ao Reino de Deus a partir da sua fé” (Romanos 1.16a)

Ninguém consegue o céu por si só. Deus, em Jesus Cristo, já fez tudo o que precisava ser feito para que o conseguíssemos. Daí que crer é colocar-se no colo de Deus. Somente a fé nos abre as portas do céu. Lutero entendeu essa máxima. A partir daí esforçou-se para que pessoas como a avó do Nando também compreendessem o que tinha compreendido: traduziu a Bíblia para uma linguagem compreensível; não permitiu que os poderosos o assustassem; escreveu e pregou sobre a fé; sobre o presente do perdão de Deus.

É feliz quem se arrisca confiar em Jesus Cristo; pendurar seu coração Nele; se permitir uma renovação completa. Nandooo! Eu se fosse tu, ia querer o céu!

Nenhum comentário: